As chances de cada time na loteria do Draft de 2017

Luís Araújo

Depois de cinco meses e meio, a temporada regular da NBA chegou ao fim nesta quarta-feira. Não são só os confrontos entre os 16 sobreviventes nos playoffs que estão definidos. A ordem dos 14 times eliminados no sorteio das posições do Draft também.

Dono da pior campanha da temporada 2016/17, com 20 vitórias e 62 derrotas, o Brooklyn Nets é quem mais teria chances de conquistar o direito à primeira escolha. Só que quem vai se aproveitar mesmo disso é o Boston Celtics, graças àquela troca de 2013 envolvendo Paul Pierce e Kevin Garnett. Isso porque uma das coisas que a franquia nova-iorquina incluiu naquele pacote foi justamente o direito de dar ao Celtics a possibilidade de inverter as escolhas de primeira rodada do Draft de 2017. O que obviamente será feito.

Não é sempre que quem tem mais chances de ganhar a loteria acaba de fato com a primeira escolha, mas foi algo que aconteceu nos dois últimos anos com Philadelphia 76ers (que selecionou Ben Simmons em 2016) e Minnesota Timberwolves (Karl-Anthony Towns em 2015). Danny Ainge já começa a esfregar as mãos e torcer para que esse tipo de coisa se repita mais uma vez e deixe o Celtics no topo da lista de recrutamento. Algo que não acontece com a franquia desde 1950, quando selecionou Chuck Share.

No caso do Los Angeles Lakers, a grande torcida mesmo é para ficar entre as três primeiras posições, o que resultaria na manutenção da escolha. É porque ela irá para o Philadelphia 76ers se ficar da quarta em diante. E o prejuízo não ficaria só nisso: se perder a escolha deste ano, o Lakers também terá de ceder a da primeira rodada do Draft de 2019 para o Orlando Magic.

Quem também não quer saber de zebra nenhuma é o Sacramento Kings. Há dois motivos para isso. O primeiro tem a ver com a troca que envolveu a saída de DeMarcus Cousins. Para que a escolha enviada pelo New Orleans Pelicans seja de fato utilizada, será preciso que ela não fique entre as três primeiras. Além disso, se a própria escolha da franquia ficar fora das dez inciais, quem a usará será o Chicago Bulls. É extremamente difícil que isso aconteça, mas vai saber. É o Kings, né? A sorte não tem sido uma grande amiga nestes últimos anos.

Por falar em zebra, a maior no que diz respeito à primeira escolha aconteceu em 1993, quando o Orlando Magic ficou com o número um mesmo tendo só 1,5% de chance disso. Outros casos semelhantes ocorreram com Chicago Bulls e Cleveland Cavaliers em 2008 e em 2014, respectivamente. As chances destas duas equipes de vencer a loteria nestas oportunidades era de 1,8%.

Vale lembrar que apenas as três primeiras posições no Draft são sorteadas. As demais serão determinadas pela ordem da campanha das equipes, do pior ao melhor rendimento. Isso significa que o Celtics, por exemplo, terá a quarta escolha na pior das hipóteses.

O sorteio das posições do Draft acontecerá no dia 16 de maio. Veja abaixo as chances de cada equipe de ficar com a primeira escolha:

1º Boston Celtics (via Brooklyn Nets) — 25%
2º Phoenix Suns — 19,9%
3º Los Angeles Lakers* — 15,6%
4º Philadelphia 76ers** — 11,9%
5º Orlando Magic — 8,8%
6º Minnesota Timberwolves — 5,3%
7º New York Knicks — 5,3 %
8º Sacramento Kings*** — 2,8%
9º Dallas Mavericks — 1,7%
10º New Orleans Pelicans**** — 1,1%
11º Charlotte Hornets — 0,8%
12º Detroit Pistons — 0,7%
13º Denver Nuggets – 0,6%
14º Miami Heat — 0,5%

* A escolha precisa ficar entre as três primeiras posições para continuar com o Lakers. Caso contrário, será do Philadelphia 76ers.
** O Sixers tem o direito de trocar a escolha de primeira rodada com o Kings.
*** A escolha precisa ficar entre as dez primeiras posições para continuar com o Kings. Caso contrário, será do Chicago Bulls.
**** A escolha precisa ficar entre as três primeiras posições para continuar com o Pelicans. Caso contrário, será do Sacramento Kings.

Tags: , ,

COMPARTILHE