O jogo em que Kelly Olynyk foi o MVP

Luís Araújo

Logo após a sexta partida da série contra o Washington Wizards, Isaiah Thomas foi perguntado sobre como encarava a necessidade de um sétimo jogo para definir a classificação. A resposta foi dada em tom muito tranquilo, com tanta naturalidade que nem parecia que tinha acabado de ver a vaga na final do Leste ser adiada por causa de um chute até certo ponto improvável de John Wall. “É quando as lendas nascem”, disse.

Quando chegou a hora, Thomas fez a parte dele. Foram 29 pontos e 12 assistências para comandar a vitória que matou a série. Mas ele próprio fez questão de apontar a participação fundamental de um outro personagem para que as coisas certo para o Celtics neste sétimo jogo. “Kelly Olynyk foi o nosso MVP nesta noite. Ele fez de tudo. Fez cestas de três, levou a bola lá para dentro do garrafão, jogou de maneira muito dura e é uma grande razão pela qual nós vencemos”, comentou.

Olynyk saiu do banco para anotar 26 pontos, o que representa um novo recorde pessoal nos playoffs e também a maior pontuação de um reserva em um Jogo 7 desde 2006, quando Leandrinho fez os mesmos 26 na vitória do Phoenix Suns sobre o Los Angeles Lakers. Foram dez arremessos certos em 14 tentados, além de cinco rebotes e quatro assistências.

Mas o que chamou ainda mais a atenção do que esses números todos foi a contribuição de Olynyk em um momento importante: quando restavam pouco menos de nove minutos para o fim, após o Wizards ter reduzido para seis uma diferença que chegou a ser de 13. Aí o canadense apareceu de maneira decisiva no ataque para esfriar a reação do outro lado, participando de 14 dos 16 pontos seguintes do Celtics no jogo — anotou 12 e deu assistência para uma cesta de Marcus Smart.

O vídeo a seguir mostra duas jogadas dele neste trecho decisivo do último quarto. Na primeira, trabalhou de costas para a cesta contra a marcação de Otto Porter e finalizou perto do estouro do cronômetro dos 24 segundos. Na segunda, fez um falso bloqueio em Thomas, abriu para o chute e arremessou com liberdade.

“Kelly é um sujeito que trabalha duro demais, talvez mais do que qualquer outro jogador no nosso time. A habilidade dele é inacreditável. Eu estou feliz por vê-lo se divertindo e aparecendo bem no jogo mais importante da temporada para a gente”, disse Al Horford.

“Ele não jogou assim a temporada inteira. Provavelmente ele não jogou assim em nenhum momento da carreira. Mas dá para ver que Kelly sabe colocar a bola na cesta. Ele é um daqueles grandalhões únicos que sabem jogar dentro e fora do garrafão. E eu estou feliz por ele ter tido tanto impacto nesta partida”, completou o pivô.

É claro que o impacto dele passou muito pelo tamanho da preocupação que Thomas despertou na defesa do outro lado. Mas aí entram o mérito do técnico Brad Stevens, que soube montar situações ideais para se tirar proveito disso, e do próprio Olynyk, que teve a competência para transformar as boas oportunidades em pontos.

É possível observar isso na jogada abaixo. Antes de receber para o chute de três com liberdade, Olynyk fez dois bloqueios. O primeiro foi para Marcus Smart. O segundo, para Isaiah Thomas, que correu para pegar a bola das mãos de Al Horford.

Neste momento, muito por causa do primeiro bloqueio, eram três jogadores do Celtics ali atacando contra dois defensores do Wizards. Aí Horford correu para o garrafão, o que impediu qualquer chance de Markieff Morris de ir ajudar a proteger o perímetro. E como Thomas conseguiu se separar de John Wall após o segundo bloqueio, Marcin Gortat foi obrigado a ajudar na cobertura, o que permitiu que Olynyk tivesse espaço para ser acionado e arremessar.

“Eles não iam permitir que o Isaiah fizesse jogadas na reta final, o que eles queriam era forçar que algum outro jogador aparecesse”, comentou Olynyk após a partida. “Então alguém teve de aparecer,” emendou.

Ótimo para o Celtics. Marcus Smart e Jaylen Brown também tiveram boa contribuição a partir do banco e Thomas foi fundamental por tudo o que produziu e pelo o que forçou a defesa do Wizards a fazer. Mas foi o aparecimento de Olynyk em uma hora crucial a grande história deste Jogo 7.

Tags: , , ,

COMPARTILHE