Thompson pode fazer o Warriors se tornar ainda mais assustador

Luís Araújo

O Golden State Warriors se tornou o primeiro time em toda a história da NBA a ganhar os 12 primeiros jogos de playoffs em uma temporada. Essas vitórias todas aconteceram por uma margem média de 16,3 pontos, recorde de qualquer time que chegou à final até hoje. Só o terceiro jogo da série contra o Portland Trail Blazers e o primeiro contra o San Antonio Spurs tiveram diferença de um dígito.

As coisas seriam diferentes se Kawhi Leonard não tivesse se machucado naquela primeira partida da final do Oeste e perdido todo o restante da série? Provavelmente. Vai saber. Mas desprezando o que poderia ter acontecido e olhando apenas para os fatos, ninguém deu para o cheiro até agora. Esse time sobrou e, para isso, nem precisou que absolutamente tudo desse certo. Klay Thompson que o diga.

Ao longo das 12 partidas que o Warriors disputou nos playoffs até chegar à final, Thompson teve aproveitamento de 36,4% nas bolas de três e de 38,3% nos arremessos em geral. Considerando só a série contra o Spurs, foram 36,8% de acerto em chutes de três e 32,7% no geral. Números bem inferiores aos registrados durante a temporada regular, em que ele teve 41,4% e 46,8%, respectivamente.

O mapa de arremessos dele a seguir dá uma noção um pouco melhor deste cenário. Nos chutes de três de frente para a tabela e do canto esquerdo, o aproveitamento foi acima da média da liga. De resto, ficou devendo. Principalmente nas finalizações dentro do garrafão e no canto direito da quadra.

Também é interessante olhar alguns dados sobre a natureza destes arremessos de Thompson. Cerca de metade dos chutes dele nos playoffs (49,1% do total) vieram em situações de “catch and shoot” — quando o jogador arremessa assim que recebe a bola, com os pés plantados no chão. O aproveitamento nestas bolas têm sido de 36,6%. Na temporada regular, esse tipo de finalização também foi o mais frequente dele (53,9% das vezes). E o desempenho foi bem superior: 45,4%.

Nestes playoffs, quase metade dos chutes de Thompson vêm sendo aqueles considerados “apertados”, nos quais o marcador mais próximo está entre dois e quatro pés de distância. Embora venha aparecendo ainda mais agora, esse tipo de arremesso também foi o mais frequente dele durante a temporada regular. Os resultados têm sido semelhantes. Mas há diferenças grandes entre os chutes “muito apertados” e entre os “abertos” no que diz respeito a aproveitamento, assim como a frequência dos tiros “muito abertos”, nos quais ele naturalmente costuma acertar mais.

O gráfico a seguir mostra isso tudo de forma mais clara.

Apesar disso tudo, Thompson acredita que não tem deixado de ajudar o Warriors nesta caminhada invicta nos playoffs. “Eu sinto que estou jogando bem nos dois lados da quadra. É óbvio que eu gostaria que meu arremesso entrasse de maneira mais frequente, mas são coisas do basquete. Não dá para ficar preso nas porcentagens, especialmente quando se está ganhando”, disse.

De fato, ele continua sendo peça importante diversas vezes das movimentações ofensivas do Warriors que tão bem encontram espaços para as finalizações. E na defesa, Thompson vem mantendo o alto padrão. “Acho que esse é o grande ponto de crescimento que tenho observado nele”, ponderou Draymond Green. “O que costumava acontecer antes era a defesa dele ser afetada quando os chutes não caíam. Mas do jeito que ele tem defendido agora, o desempenho nos arremessos não está o incomodando. Isso é importante quando você está tentando ganhar um campeonato”, completou.

Essas contribuições não são qualquer coisa. Mesmo sem acertar arremessos em um ritmo no qual se acostumou nos últimos anos, Thompson tem, sim, uma grande parcela de responsabilidade na campanha avassaladora do Warriors nos playoffs até agora. O que só deixa as coisas ainda mais assustadoras para quem conquistar o Leste e avançar à decisão. Essa máquina que passou por cima de todo mundo no Oeste ficará ainda mais potente se esses chutes dele voltarem a cair mais. Algo que pode acontecer a qualquer momento.

Tags: , , ,

COMPARTILHE